Fotografia como turismo em Curitiba

Publicado em Cotidiano
Fotografia como turismo em Curitiba

Desde que nos mudamos pra cá, a gente tem se dedicado muito em trabalhar com fotografia. Com alguns investimentos em equipamentos, cursos e muita prática, estamos cada vez mais empenhados em oferecer um trabalho bem legal para os clientes e satisfatório pra nós também. Somando o fato da mudança de cidade com os ensaios fotográficos, surgiu a possibilidade da fotografia como turismo em Curitiba, unindo o útil ao agradável.

Curitiba é uma capital muito bonita, com dezenas de pontos turísticos. Além do próprio frio ser algo a se admirar (ou não), o que não faltam são lugares incríveis pra conhecer e, por que não, fotografar.

Jardim Botânico

É claro que o primeiro ponto turístico que eu preciso citar é o Jardim Botânico de Curitiba. Famosa internacionalmente, a estufa do jardim/parque é o cartão postal da cidade e é por isso que muita gente faz questão de fazer ensaios fotográficos lá! Mas se você está pensando em fotografar num sábado ou domingo, vá bem cedo pra garantir um lugar. Isso mesmo, os espaços são concorridos no jardim! Num sábado de manhã, por exemplo, são tantos ensaios de gestantes, casais e newborns acontecendo, que fica difícil achar um lugar fotogênico sem competição de espaços. A foto abaixo (e todas as outras desse post) foi tirada por nós num dos nossos trabalhos.

Fotografia como turismo em Curitiba - Jardim Botânico

Bosque Alemão

Construído no século XIX pelos imigrantes alemães que moram na cidade, para homenagear sua cultura e tradições, o Bosque Alemão é com certeza um dos lugares mais belos de Curitiba. Formado pelo Oratório Bach, A Torre dos Filósofos e a Trilha João e Maria (além de uma biblioteca infantil e uma praça), fica fácil fazer boas fotos no Bosque, qualquer que seja o clima. Falo isso justamente por termos feito um ensaio embaixo de chuva mesmo, com direito a guarda-chuva e fotógrafo ensopado! Haha!

Fotografia como turismo em Curitiba - Bosque Alemão

Unilivre

A Universidade Livre do Meio-Ambiente fica meio afastada dos outros pontos turísticos, numa entradinha que nem mesmo todos os curitibanos conhecem. Mas graças à fotografia, foi mais um ambiente maravilhoso que pudemos conhecer e registrar. Apesar dos insetos que deixaram a gente inchados de tantas picadas, a vista para uma das maiores pedreiras da cidade é magnífica. Se você estiver em Curitiba, sem dúvida é um dos pontos turísticos que vai precisar conhecer. Seja com uma câmera profissional ou um celular, qualquer foto fica ótima!

Fotografia como turismo em Curitiba - Unilivre

Parque Tanguá

Esse parque tem o melhor pôr-do-sol que você vai ver na vida. Assim que você o vê de longe, a arquitetura do parque e suas fontes já rendem ótimos cliques, mas é lá embaixo, atrás da pedreira, onde estão os melhores espaços. Seja para fazer um piquenique ou uma caminhada, o Parque Tanguá é muito agradável pra passar o dia. E, é claro, pra fotografar também!

Fotografia como turismo em Curitiba - Parque Tanguá

Ópera de Arame

Um dos ensaios mais interessantes e satisfatórios de fazer foi na Ópera de Arame, pelo conceito do balé que clicamos e a estrutura que o local proporciona. Mesclando os cenários externos – também fotografamos na rua – com a beleza da Ópera (formada pelo auditório, uma passarela, um lago e uma cascata artificial), o resultado ficou melhor do que esperávamos! Se você quiser assistir a um espetáculo lá ou até mesmo um show na Pedreira Paulo Leminski, esse também é um dos pontos turísticos indispensáveis da cidade!

Fotografia como turismo em Curitiba - Ópera de Arame

Fotografia como turismo em Curitiba tem sido uma de nossas atividades preferidas! Gostou das nossas fotos? Dá uma olhada aqui na nossa fanpage no Facebook, lá tem todos os nossos trabalhos. Aproveita e deixa o seu like!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *