Links da Semana #3

Publicado em Recomendados
Links da Semana #3

Nos últimos dias, vimos e ouvimos mais coisas legais que queremos compartilhar com vocês aqui no links da semana. Olha só:

Canal Nostalgia – Aprenda a jogar Pokémon Go

Com a febre de Pokémon Go no Brasil e no mundo, até nós começamos a jogar (leia aqui). Um dos vídeos que explicou muito bem como jogar o jogo de realidade aumentada foi esse que o Felipe Castanhari, do Canal Nostalgia, produziu. Se você está começando com Pokémon Go, vale a pena assistir! (Depois veja outro vídeo com dicas avançadas de Pokémon Go clicando aqui.)

Supercombo – Rogério

Não sei como descrever o sentimento por esse álbum. O Spotify estava com um banner desse disco novo do Supercombo e resolvemos escutar. Não éramos tão fãs da banda, mas esse CD superou todas as expectativas. A música “Monstros” tá no nosso repeat há dias! Se prepare, porque com certeza você não vai querer ouvir mais nada depois.

Site e Canal Falar pra Câmera

Como estamos pensando em criar um canal no YouTube (aproveitam e nos digam aqui nos comentários se vocês acham isso uma boa ideia e o que gostariam de ver nos vídeos), começamos a ler e a assistir todo tipo de conteúdo que pudesse nos ajudar a escolher os melhores equipamentos, técnicas de gravação e, principalmente, o melhor jeito de falar pra câmera. Foi aí que encontramos o site e o canal do Vitor Alli, um ótimo comunicador e com dicas essenciais pra quem tá começando a se aventurar nesse mundo de vídeos. Acesse: falarpracamera.com

Podcast Gente que Escreve

Gente que Escreve é um podcast de escritores para escritores. Depois de alguns meses em hiatus, os podcasters Fábio Barreto e Rob Gordon voltaram com episódios semanais e com muito conteúdo legal pra quem gosta de escrever ou pelo menos tem interesse no assunto. Clique aqui para acessar todos os episódios. E ouve só o último Gente que Escreve sobre como a ficção influencia os próprios autores:

Gostou dos nossos links da semana? O que mais você achou de interessante por aí? Compartilhe com a gente aqui nos comentários!

Minha experiência com um coletor menstrual

Publicado em Cotidiano, Recomendados
Coletor menstrual

Faz um bom tempo que o coletor menstrual é a pauta de vários vídeos no YouTube, posts em blogs e rodas de amigas. Finalmente, depois de muito pesquisar sobre o assunto, eu comprei um coletor menstrual. Nunca achei que eu fosse ficar tão ansiosa pra ficar menstruada, mas a verdade é que eu estava mesmo querendo muito que ela viesse para que eu pudesse testar o coletor. A menstruação veio, eu testei e vou contar pra vocês quais foram as minhas primeiras impressões.

Antes de tudo, vale dizer que o coletor menstrual que eu comprei foi o da marca InCiclo. Acredito que seja um dos mais comuns, já que eu achei em diversos sites e lojas por aqui. Ele não é um dos mais baratos e eu paguei, numa feira vegana que aconteceu aqui em Curitiba, R$79. Li muito sobre essa marca e, aparentemente, a qualidade dele é muito boa e eu achei o preço alto, mas justo.

Assim que eu comprei, li o manual que veio com ele do começo ao fim, de cima pra baixo, de trás pra frente e decorei todas aquelas informações, porém, eu não tentei colocar o coletor antes de ficar menstruada, fui fazer isso só quando a menstruação desceu mesmo. Eu te aconselho a fazer diferente e tentar colocar num dia em que você não esteja desesperada para que ele encaixe direito e não te cause algum problema. Aposto que vai ser mais fácil se você já estiver familiarizada com o copinho.

Primeiras impressões

Bom, eu já tinha visto em vários posts e vídeos que existem diferentes formas de dobrar o seu coletor pra ficar mais fácil de introduzi-lo e fazer com ele abra, mas o manual só ensina a dobra mais comum (em formato de U ou C) e eu decidi testar essa mais simples mesmo pra ver se funcionava comigo. Depois de dobrar, eu fiquei em uma posição confortável pra mim e coloquei.

Pra colocar foi fácil. O coletor é feito de um silicone bem maleável e, pra quem está acostumada com absorventes internos, não tem erro na hora de introduzir o coletor. O problema foi que eu não conseguia saber se o coletor estava abrindo lá dentro e ficando como deveria ficar, lacrado e seguro. Que desespero que me deu! Na primeira vez, eu coloquei e tirei o coletor umas 10 vezes e só depois sosseguei e entreguei na mão de Deus. Se vazar, vazou! Pelo menos eu estava em casa.

Tirei na manhã seguinte e estava tudo tranquilo, não tinha vazado nada e foi uma noite super sequinha e confortável. Não sei se é porque eu já usava absorvente interno há bastante tempo, mas usar o coletor não me causou desconforto algum. O que eu senti num primeiro momento foi uma sensação de cólica leve, mas passou longe de ser algo desconfortável e dolorido. Eu não senti o coletor incomodando pra andar, nem pra sentar e muito menos pra dormir. A adaptação, no meu caso, foi bem tranquila.

A hora de tirar foi relativamente simples, mas lembre-se de apertar um pouco o coletor antes de puxar e tirar ele de dentro de você, como ele faz um vácuo lá dentro para impedir que vaze, pode ser que seja desconfortável e até dolorido se você não apertar e desfizer esse lacre antes. Eu consegui tirar tranquilamente, mas não vou negar que fiz uma sujeira razoável nas primeiras vezes. Só na última vez eu consegui tirar sem derrubar nada e me senti uma vitoriosa. Vocês também tiveram essa dificuldade? Me contem aqui nos comentários e, se tiverem alguma dica, compartilhem comigo. Tô com medo de precisar fazer isso fora de casa e passar vergonha.

Tirando a dificuldade para saber se o coletor abriu direito e a bagunça na hora de tirar, as minhas primeiras impressões foram as melhores possíveis. Usar absorvente é péssimo, todos eles são testados em animais (existem marcas veganas, mas não são tão fáceis de achar) e prejudicam demais o meio ambiente. Além de resolver todas essas questões, o coletor menstrual permite que você passe o dia todo sequinha, confortável e sem ficar em contato com aquele sangue velho que antes ficava preso no seu absorvente. Essa foi, sem dúvidas, a melhor decisão que eu já tomei. Não só pelo conforto físico, mas minha consciência ficou mais tranquila também. Saber que você está usando algo que faz bem pra você e não prejudica nada e ninguém é uma sensação muito gostosa. Espero muito que essa seja a realidade de todas as mulheres daqui um tempo e que essa cultura sustentável e sem crueldade se amplie cada vez mais.

Coletor menstrual InCiclo

Selecionei pra vocês alguns dos vídeos que eu assisti sobre coletor menstrual que me ajudaram muito a entender como ele funciona e como devemos utiliza-lo. Espero que eles sejam tão úteis pra vocês quanto foram pra mim.

Como usar o coletor menstrual 

Tipos diferentes de dobras

Coletor menstrual é amor <3

Você pode saber mais sobre o coletor menstrual da InCiclo neste link aqui e pode comprar pelo site da marca nesse link aqui.

Me contem, vocês já usaram algum coletor menstrual? Gostaram? Têm alguma dica ou alguma pergunta? Compartilhem comigo aqui nos comentários e, se precisar, faço um outro post sobre o assunto.

Dicas para um dia dos namorados barato

Publicado em Cotidiano
Cozinhando juntos - Dia dos namorados barato

O que fazer nesse dia é sempre um dilema pra mim. Eu, particularmente, não gosto de gastar muito dinheiro (na verdade eu não tenho muito dinheiro mesmo), mas também não consigo deixar essa data passar em branco, então o jeito é pensar em alternativas para conseguir ter um dia dos namorados barato, né?

Pra minha sorte, o Thiago também não é muito ligado nisso e não quis uma super comemoração no nosso primeiro dia dos namorados juntos. Escolhemos curtir uma preguiça no sofá e assistir filmes nada românticos. Assistimos a trilogia de Centopeia Humana e, acreditem, nós adoramos os filmes e sempre defendemos todos eles quando alguém ousa falar mal. Esse ano nós não teremos um dia dos namorados macabro, mas vamos continuar sem gastar muita grana. Como já está chegando e eu tenho pesquisado sobre o assunto, decidi dar algumas dicas de coisas legais pra fazer sem acabar com a verba do mês.

Picnic

Se você, assim como nós, mora em Curitiba, deve saber que o que mais tem nessa cidade são parques lindos e super arrumadinhos. Eu sei que existe muita gente por aí que despreza os parques e prefere passear nos shoppings ou bares, e essa é uma boa oportunidade de mudar os planos e visitar um lugar diferente.

Esse é um programa que serve para os casais mais românticos – dá pra fazer tudo em casa, deixar tudo bem arrumado e com uma decoração fofa – e para os mais preguiçosos também – é só passar no mercado ou na padaria, comprar tudo pronto e comer sentado em um lugar massa.

Não se esqueçam de levar repelente, ok? Nós esquecemos sempre e passamos dias tendo crises alérgicas por conta de picadas de insetos. Você vai querer lembrar desse dia, mas não desse jeito.

Picnic - Dia dos namorados barato

Noite de jogos

Eu amo jogar videogame ou ficar no PC caçando quais são os jogos mais legais do momento, embora já não faça isso com muita frequência. Os jogos clássicos de tabuleiro também são opções muito divertidas, mas eu sempre acabo passando vergonha e fazendo alguma coisa péssima (deu pra perceber nesse post aqui que eu passo vergonha até quando tô sozinha em casa).

Se seu namorado ou namorada também curte passar um tempo jogando, vocês podem fazer isso juntos no dia dos namorados e garantir boas risadas. Eu sei bem que não temos mais tanto tempo pra passar na frente da TV jogando (Netflix consome nosso tempo livre) ou na frente do PC sem estar trabalhando, mas todo mundo merece um descanso, não é? Aproveita esse dia e junta o útil ao agradável.

Agora, presta atenção aqui, se você não sabe perder ou até sabe, mas vai levar esses jogos muito a sério, dá uma passadinha no meu post sobre discussão de relacionamento antes de começar a maratona de jogos. Não quero saber de brigas.

Noite de jogos - Dia dos namorados barato

Jantar divertido

Todo ano alguém sugere fazer um jantar romântico, não é? Mas eu sei que tem gente que não gosta de cozinhar e tem casal que não sabe nem preparar um miojo (mas, se for preparar um miojo, vai no de tomate da Turma da Mônica que é vegano e delicioso. Sério!). Mesmo numa situação de amadorismo total na cozinha, eu garanto que preparar um jantar diferente e em conjunto vai ser uma opção legal.

Escolham o cardápio do dia e corram pro supermercado pra comprar as coisas juntos, assim dá pra calcular ali quanto que dá pra gastar e dividir o valor da compra. Depois, vai cada um pra uma boca do fogão e que comecem as atrocidades. Eu sei que pode parecer complicado, mas comer algo que vocês preparam juntos, ainda que acabe ficando muito ruim, vai fazer com que vocês fiquem mais próximos e essa parceria, mesmo que momentânea, é importante pra relação.

Só não esqueçam que a louça não se lava sozinha e que ninguém merece ficar com a toda a bagunça pra arrumar depois. A parceria vale nessa parte também. Dividam as tarefas e ninguém sai perdendo.

Jantar divertido - Dia dos namorados barato

Filme em casa

Não importa o quão criativo são esses posts com dicas do que fazer no dia dos namorados, o favorito de toda lista, principalmente da lista dos casais amantes de um bom sofá e uma pizza quentinha, é sempre o filme em casa.

Não acho que exista uma opção mais legal do que abrir o Netflix e tentar achar algum filme legal que vocês ainda não tenham visto (nós fizemos um post sobre os nossos filmes favoritos e vocês podem passar por lá caso estejam sem ideias. Juro que não tem Centopeia Humana). Se você não tiver uma conta no Netflix, dá pra assistir aqueles filmes online mesmo ou aquele que você baixou há anos e jurou pro namorado/namorada que um dia ia assistir (pensa que eu não sei das coisas). Se essa for a sua opção, tem uma extensão pro Chromecast que permite assistir os filmes do seu PC direto na TV sem precisar ligar 3.800 cabos, falamos mais dessa coisa maravilhosa nesse post.

Acho que dá tempo de assistir dois filmes, então nem tem como dar briga, cada um escolhe um filme e metade do sabor da pizza. E, poxa, se não tem uma conta do Netflix, aproveita a oportunidade e assina aí pro casal como presente de dia dos namorados, vai. Juro que vai ser útil em outros momentos também e nem é tão caro.

Filme em casa - Dia dos namorados barato

DIY

Além de fazer alguma coisa juntos, você pode dar um presente também, não custa nada. Quer dizer, às vezes custa, mas podemos economizar muito nessa parte tendo um pouco de disposição e um tanto de criatividade. Nem precisa ser tão criativo na verdade, é só dar um google e copiar a ideia de alguém mesmo, ninguém vai ficar sabendo.

O mais legal de fazer o próprio presente é o valor sentimental. Até eu que não ligo pra presente e não sou romântica, fico emocionada com coisas que foram feitas especialmente pra mim. Não dá pra esconder o carinho por trás desses presentes, por mais simples que sejam. Vai por mim, essa é uma dica que não tem como dar errado.

Vou deixar de brinde aqui uns exemplos legais que eu encontrei na internet de presentes pro dia dos namorados. Liberte o seu lado artesão e pronto, economizou e ainda foi fofo. Não dá pra ser melhor que isso.

DIY - Dia dos namorados barato

Já decidiu como vai ser o dia de vocês? Tem alguma outra sugestão? Me conta aqui nos comentários quais os seus planos, pode ser que você ajude um indeciso e salve o dia dos namorados de algum casal do fracasso total. Só não vai esquecer que, o mais importante de tudo, como eu sempre digo, é o amor e o respeito que existe entre vocês. Espero que vocês tenham um dia lindo <3

Obs* Todas as fotos usadas foram retiradas do Pinterest e esse post não foi patrocinado pelo Netflix, infelizmente.