Links da Semana #2

Publicado em Recomendados
Links da Semana #2

Mais um links da semana com as coisas mais legais que vimos nos últimos dias! De Justin Bieber a Mulher Maravilha, dá uma olhada no que separamos dessa vez:

Trailer legendado – Mulher Maravilha (2017)

CA-RA-LHO. Mais uma produção incrível da DC com a Warner, assim como foi a trilogia do Batman, o filme da Mulher Maravilha promete ser mais um sucesso entre os longas de heróis. Com uma história fiel aos quadrinhos, o filme chega em 2017, mas já tem trailer rolando. Olha que maravilhosas essas cenas, a Bia ficou emocionada!

Fresno – Enferrujou (Tour Ciano 2016)

Nesse ano, o álbum Ciano da Fresno está completando 10 anos, e pra comemorar, a banda está em turnê tocando o disco na íntegra. Estamos aguardando ansiosamente pelo anúncio do show em Curitiba e, enquanto isso, estamos acompanhando os shows nas outras cidades pelo YouTube mesmo.

Stela Santin – Para uma vida plena, lembre-se da morte (Papo de Homem)

Um texto de 2011, porém muito pertinente até hoje. Stela Santin conta um pouco como foi a superação da morte do pai e como ela aprendeu a viver mais intensamente, considerando que a morte está presente em todos os momentos de nossas vidas e que pensar sobre isso não é uma coisa tão ruim.

http://papodehomem.com.br/para-uma-vida-plena-lembre-se-da-morte/

Major Lazer – Cold Water (feat. Justin Bieber & MØ

Justin Bieber está em todas. A parceria dele com Major Lazer na música que saiu nessa semana já gerou mais de 8 milhões de views no lyric video do YouTube e promete ser mais um hit que não vai sair tão cedo das nossas cabeças. Preparados pro novo “Sorry”?

Esses foram os links da semana com tudo que mais gostamos de assistir e ler. Deixem aqui nos comentários se viram mais alguma coisa legal!

Leia mais:

Links da Semana #1
Top 50 – Lista de filmes para assistir

O show da Fresno em Curitiba

Publicado em Cotidiano, Recomendados
Lucas - Show da Fresno

Ontem fomos ao meu sexto show da Fresno (e o primeiro da Bia). Não são muitos, já que a banda tem mais de 15 anos e eu só acompanho há cinco. Quem pensa em Fresno pensa em emo, Capricho, Rick Bonadio e a longínqua época de 2005 a 2008, quando a banda estava no auge da fama – nas televisões, rádios e nos shows lotados pelo país. Infelizmente foi de forma negativa que ela ficou tachada na música nacional e, até hoje, não conseguiu se desvincular disso totalmente no inconsciente popular. De qualquer forma, estamos em 2016 e a Fresno continua aí, firme e forte, fazendo seus shows e lançando seus discos.

A gente não sabia se quando chegássemos ao show, haveria mais fãs que envelheceram com a banda (como nós) ou se ainda era uma banda que atraía mais os adolescentes de seus 14, 15 anos. E, de fato, tinha mais pessoas como a gente: tiozões de 25 anos, reclamando do calor, das pernas e dos jovens bêbados, mas muito ansiosos para ver aquela banda aparecer no palco mais uma vez.

E, cara, foi emocionante. Foi o primeiro show da Fresno que vi em Curitiba, para onde nos mudamos há menos de um ano. O Lucas, vocalista, já é pai; eu estou quase casado. Desde 2011, quando comecei a escutar a banda, parece que uns 20 anos se passaram na minha vida. E pelo jeito, na deles também. Hoje, com uma formação bem diferente daquela época, eu vi Lucas, Vavo, Mario , Thiago e Tom tocarem cada música com a maior das vontades e respeitando um dos públicos mais fiéis de bandas nacionais.

Se até hoje, quando você pensa em Fresno, ainda liga a banda às capas de revista, é bom escutar melhor o que esses caras têm feito por aí. A cada disco é uma superação e uma nova etapa; a cada show, ficam mais maduros aqueles moleques de 17 anos que tocavam num quarto de livros em 1999.

E ontem, pela primeira vez, eu vi eles tocando Cada Poça. Puta que pariu.

(não é do show de ontem, mas tá valendo)